Contra PEC da Previdência, centrais sindicais reúnem-se em 1º de maio


Na próxima 4ª feira (1.mai.2019), todas as centrais sindicais reunirão-se no Vale do Anhangabaú, na região central de São Paulo, para protestarem contra a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) da Previdência, elaborada pela equipe econômica do presidente Jair Bolsonaro.

Com base em 1 orçamento de R$ 700 mil, os sindicalistas pretendem reunir, aproximadamente, 200 mil pessoas no evento.

Temendo perdas, os sindicalistas mobilizaram-se para concentrar, no evento, a participação de todas as centrais.

A pauta mínima para convocação do ato diz respeito à defesa do direito dos trabalhadores; contra o fim da aposentadoria; pela geração de novas vagas de emprego e estabelecimento de salários condizentes com funções ocupadas. Não houve acordo, segundo organizadores, para inclusão da pauta “Lula Livre”.

Coordenadores do ato unificado também criticam a postura de Bolsonaro, o qual, segundo os sindicalistas, nos primeiros 4 meses de governo não recebeu nenhum líder sindical a não ser o deputado federal Paulinho da Força (SD-SP).

FONTE