Por Higor Trindade

 

O ex-governador Jackson Barreto (MDB), já foi de tudo nessa vida, carteiro, deputado estadual e federal, prefeito, vice-governador e governador. Falta somente o Senado para fechar a cota de participação política de JB em Sergipe, mas ao que parece, Jackson tem pela frente percalços criados por ele próprio, quando em episódio recente pediu na imprensa que a população não votasse nele se fosse candidato, pediu, afirmou que não seria candidato, e que estaria pronto para a aposentadoria.

Só que tudo que JB fala, não se pode confiar totalmente, depois com a proximidade das convenções partidárias, o ex-governador decidiu ser candidato, deixando muitos aliados descontentes. A política é assim, você não sabe quando pode ou não confiar.

Jackson mostrou na sua vida pública, que certas decisões que o mesmo tomou, levaram a decepções de muitos políticos, alguns na ativa e outros obrigados a pendurar os sapatos da “humildade”. Por isso, Jackson combina com a famosa frase “Os fins justificam os meios”, muito citada em Nicolau Maquiavel, que significa que os governantes devem estar acima da ética dominante para manter ou aumentar seu poder.

Como qualquer experiente político, Jackson sabe que a palavra só poderá ser cumprida com aqueles que de fato o mesmo confia, os demais são descartáveis, sem importância alguma. Aqueles próximos ao ex-governador que souberem aproveitar as oportunidades conseguirão manter-se mais tempo, já os que não souberem, perderão a oportunidade. Rogério é um desses que já foi descartado por JB, os ataques direcionados do candidato petista levou JB a ficar inchado de desgosto, alertando até a aliados próximos, que já esperava esse comportamento de Rogério. Mas, vamos lá: Rogério é PT, candidato ao Senado, legítimo representante de Lula no Estado, como Eliane Aquino, Márcio Macedo, Iran Barbosa, enfim, qualquer filiado do PT. Jackson é MDB, partido de Temer, que foi o pior presidente do Brasil, ou seja, quem pode dizer que tem o apoio de fato do ex-presidente Lula?

Acredito que o pedido maldito de Jackson, acabou profetizando a sua derrota que não para de aparecer em diversas pesquisas, principalmente aquelas encomendadas pelo governo. JB agoniado tem medo de perder essa eleição, pode ser concretizado o enterro político mais belo e vistoso (fala-se opositores). Por isso os mais velhos sempre falam “Cuidado com o que pede, porque a língua tem poder para o bem e para o mal”, nesse caso para o mal.

Comentários

Carregar mais Artigos relacionados
Carregar mais por Higor Trindade
Carregar mais em Blog do Trindade
Os comentários estão fechados.