China planeja construir usina de energia solar no espaço até 2025

Reprodução / Agência Especial Chinesa

Reduzir a dependência de fontes não renováveis de energia, substituindo-as pela solar já tem sido uma realidade na Terra. No espaço, a China tem um plano ousado para obtê-la em larga escala: construir uma usina de energia solar interestelar, que orbitará a 36 mil quilômetros da Terra. O projeto de se tornar o primeiro país a colocar a tecnologia em prática foi publicado no Science and Technology Daily, site de notícias do governo chinês, voltado para os setores científico e tecnológico.

O país afirma já ter iniciado no espaço pesquisas sobre a solução desde o final de 2018. A construção da base experimental da usina está prevista para ser iniciada em 2021, com operação prevista para até 2025. O cronograma seguinte prevê que até 2030 essa estrutura aumente a produção em nível de megawatt. Até 2050, espera-se que isso chegue aos gigawatts.