INJUSTIÇA: Sergipe não participa de reunião com Sérgio Moro

Governo sem compromisso ou não tem responsabilidade com a Justiça e a Segurança Pública ?

Governador Belivaldo Chagas (PSD) | Reprodução: ASN

Ontem (4.fev.2019), aconteceu na sede do Ministério da Justiça e Segurança Pública, em Brasília, reunião com todos os governadores e representantes de secretarias da Justiça e Segurança Pública. O ministro Sérgio Moro, apresentou as 14 propostas de Lei contra o Anticrime, que deverão ser enviadas para o congresso nacional para apreciação e possível aprovação.

Governadores, vice-governadores e secretários de Justiça e da Segurança Pública estiveram presentes na reunião, mas, o estado de Sergipe não teve nem a presença do governador Belivaldo Chagas, nem da sua vice, Eliane Aquino e tão pouco dos secretários da Justiça, Cristiano Barreto e da Segurança Pública, João Eloy.

O que é estranho, é porque o governador não designou nenhum representante, poderia ser até mesmo o novo chefe do escritório regional do Estado de Sergipe, em Brasília. Lamentalvemente, quem alardeou ao quatros cantos durante a campanha eleitoral que tinha “chegado para resolver”, na verdade, deixa passar a oportunidade de alinhar importantes iniciativas de Sergipe com o governo federal para as àreas da Justiça e da Segurança Pública.

Mesmo não votando em Bolsonaro, o governador Belivaldo Chagas precisa ser gestor e deixar de lado a oposição e trabalhar pelo bem de Sergipe e dos Sergipanos.