Eu só quero um XODÓ que acabe meu sofrer

(*) Por Toni Xocolate

A crise, que atualmente é desculpa ou justificativa para o não cumprimento de acordos e contratos com empregados e fornecedores – sem contar a má gestão – parece que chegou ás redes sociais e contas dos funcionários e radialistas da REDE DE RÁDIO XODÓ FM, mas não chega aos microfones que são sempre usados por outras categorias para protestar, criticar e reivindicar – inclusive salários atrasados. Não há reportagem, nem entrevista ou matéria jornalística sobre o assunto salário atrasado de quem trabalha em rádio. Radialista cobra solução para salários atrasados de outros, mas são obrigados a silenciar sobre suas próprias lamúrias salarias. Não se fala nada nem na rádio que está em atraso e nem nas coirmãs.

Rola a boca graúda nas redes sociais, que o sofrimento de quem trabalha na Rede Xodó FM tem sido remediado com ‘vales’ semanais, quinzenais ou ao gosto do patrão neófito no ramo e que chegou de helicóptero com toda pompa de megaempresário da radiodifusão, amealhando em menos de sete anos um calhamaço de emissoras espalhadas estrategicamente nas principais regiões do pequeno Sergipe – que lincadas uma à outra – formaria hipoteticamente “a maior rede de rádio do estado”. Parece que não deu certo e quem está ‘pagando o pato’ são os trabalhadores que continuam – não se sabe até quando – a trabalhar até mesmo sem ter o dinheiro da passagem. Um áudio com o desabafo de um profissional da Radio Xodó FM de Simão Dias que circula no WhatsApp é simplesmente vergonhoso – não para o comunicador – mais para a empresa que o emprega. Ele afirma que nem é atendido pelo patrão e está passando por dificuldades com a família, depois de sair de Lagarto para morar naquela cidade.

A Rede Xodó é um pool de emissoras formadas inicialmente pela Xodó FM 88,5 de Nossa Senhora da Glória fundada em 2012; Xodó FM 89,9 de Nossa Senhora do Socorro que foi inaugurada em 2016 e em 2017 assumiu todas as emissoras da REDE ILHA DE COMUNICAÇÃO na capital e no interior. As rádios de Aracaju FM 102,3, de Estancia a FM 101,5, de Propriá 102,9 e a ainda AM 1520 de Tobias Barreto que eram REDE ILHA deixaram de ser de um dia para noite e depois os “xodozeiros” ainda ganharam a companhia da recém migrada Radio Cidade AM1480 de Simão Dias que se travestiu de Xodó FM 99,5 a caçulinha do grupo.


Toni Xocolate é Radialista e Ativista pela Igualdade Racial e contra a Discriminação Política, Social e Religiosa