Rogério Carvalho terá que devolver mais de R$ 77 mil, decide TRE-SE

Matéria publicada 14.dez.2018 às 11h05

Matéria atualizada 14.dez.2018 às 11h50


Na sessão de hoje (14.dez.2018), do pleno do TRE/SE – Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe, os desembargadores reprovaram as contas de diversos políticos que disputaram os cargos de deputado estadual, federal e senador. No caso em questão, o senador eleito Rogério Carvalho (PT), teve as contas reprovadas e terá que devolver o valor de R$ 77.621 mil reais, de acordo com a decisão do Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe.

Mesmo com as contas reprovadas, o senador eleito Rogério Carvalho, do PT, poderá ser diplomado no próximo dia 17/12. 

O MPE solicita restituição

O Ministério Público Eleitoral, em concordância com o parecer elaborado por equipe técnica do Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe, se manifestou em favor da desaprovação das contas referentes à campanha eleitoral do senador eleito, Rogério Carvalho, bem como a devolução de R$ 555.525,90 ao Tesouro Nacional com prazo de 5 dias após trânsito em julgado.

O pedido de desaprovação emitido pelo MPE é embasado na informação de que “Rogério Carvalho Santos não comprovou a exata destinação da verba do FEFC, irregularidade gravíssima por se tratar de verba pública”.


Em sua rede social, o senador eleito Rogério Carvalho (PT), falou sobre a decisão do TRE-SE e da restituição solicitada pelo Ministério Público Eleitoral, veja abaixo: