Justiça autoriza novo bloqueio de R$ 800 milhões na Vale

É o 2º bloqueio nesse valor e foi feito a pedido do Ministério Público do Trabalho

TRAGÉDIA – BRUMADINHO (MG)


A Justiça do Trabalho autorizou 1 novo bloqueio de R$ 800 milhões da Vale.

É o 2º bloqueio nesse valor para a mineradora responsável pela barragem da Mina do Córrego do Feijão, rompida às 13h20 de 6ª feira (25.jan). O outro foi determinado na 2ª feira (28.jan).

“Mais R$ 800 milhões foram bloqueados nas contas da Vale S.A, para assegurar pagamentos e indenizações trabalhistas. Com isso, o Ministério Público do Trabalho em Minas Gerais conseguiu assegurar um total de R$ 1,6 bilhão, que darão efetividade a resultados de ações e acordos extrajudiciais”, informou o MPT-MG (Ministério Público do Trabalho de Minas Gerais), por meio de nota.

O MPT-MG havia pedido o bloqueio de R$ 1,6 bilhão. A Justiça, na 2ª, autorizou o bloqueio de 50% do valor –nesta 5ª, foram os outros 50%.

De acordo com o MP, foram impostas à Vale obrigações como:

  • arcar com custos de sepultamento;
  • a manutenção de pagamentos de salários a trabalhadores vivos e familiares de mortos e desaparecidos;
  • a entrega de documentos considerados fundamentais para a instrução do inquérito e apuração das condições de segurança na mina.

“O Ministério Público do Trabalho apresentou pedido de reconsideração da decisão para a acolhida integral do bloqueio e a rápida liberação de seguro de vida, o que foi deferido pela Justiça do Trabalho, na tarde desta 4ª feira (30.jan)”, afirmou o MP.

(com informações da Agência Brasil)