Por 6 votos a 1, o pleno Tribunal Superior Eleitoral indeferiu na tarde desta terça-feira, 13, o registro da candidatura do presidente da Assembleia Legislativa, Luciano Bispo de Lima (MDB).

O deputado pode apresentar embargos e depois recorrer ao Supremo Tribunal Federal.

De acordo com a decisão do TSE, Luciano poderá cumprir o atual mandato até o dia 31 de janeiro de 2019, mas fica impedido de assumir novo mandato.

O deputado teve o registro da candidatura indeferido por causa da condenação por improbidade, sofrida por ato no exercício do cargo de prefeito de Itabaiana.

Presidência da ALESE

Com essa decisão, o nome do veterano deputado Garibalde Mendonça (MDB), fica em evidência para ser o nome do governo na disputa pela presidência da Assembleia Legislativa.

Garibalde é deputado experiente e mantém um bom trânsito com os servidores da Alese e principalmente com os deputados reeleitos. É conhecido pelo perfil pacificador, e pode ser a primeira vez que o deputado presidirá o poder legislativo sendo candidato. A candidatura de Garibalde dependerá do apoio dos deputados reeleitos e dos novos parlamentares.

Comentários

Carregar mais Artigos relacionados
Carregar mais por Redação 79
Carregar mais em Blog do Trindade
Os comentários estão fechados.