Por Eduarda Pereira

Quantos funcionários você trocou este ano para a mesma função? Em apenas 8 meses, passaram três gestores pela Secretaria de Turismo de Sergipe que no momento está sob o comando de Manoelito Franco, filho do ex-deputado estadual Zé Franco que recebeu a Secretaria em troca do apoio à reeleição do atual governador Belivaldo Chagas, substituindo a indicação do ex-prefeito de Socorro, que migrou para o bloco da oposição. Agora resta a dúvida: o problema está na pasta, no gestor, na indicação ou no turismo mesmo?

Moeda de troca

A pasta, assim como outras, se tornou uma moeda de troca nos acordos políticos, e o que concretiza essa afirmação é o simples fato de que nenhum dos secretários que passaram pela pasta terem algum diploma na área de turismo. Pode isso Arnaldo?

Enquanto isso, a Praia da Caueira, pedacinho paradisíaco do litoral sergipano que se tornou uma rota para muitos turistas que desejam aproveitar os dias de descanso ao som do mar, não tem nem divulgação quanto mais investimentos. Lembrando que existe uma Secretaria de Comunicação que pode trabalhar em conjunto com a Secretaria de Turismo.

Turismo fantasma

A praia da Caueira é um dos meus refúgios naturais, além da tranquilidade é um ambiente familiar”, disse Valdilene Carvalho, turista de São Paulo em mais uma de suas visitas à Sergipe.

A praia é mais uma das atrações turísticas de Sergipe que não
tem à devida atenção e tão pouco um plano de trabalho da gestão pública estadual para potencializar as suas maravilhas.

E já está diferente!

Quem viu? Até pode ser compreendido o esforço do atual governador Belivaldo Chagas, mas dizer que já está diferente é um pouco demais.

A propaganda que está sendo investida para falar bem da atual gestão, poderia ter sido investida para levar o Turismo sergipano ao conhecimento dos brasileiros e diversas regiões e não apenas aos estados vizinhos. Em um encontro do Grupo de Mulheres do Brasil, a empresária Luiza Trajano, das lojas Magazine Luiza, citou diversas vezes as belezas naturais que temos aqui e que não conhecia e nem ouviu falar. E não foi somente a Luíza não, demais mulheres também turistas que prestigiavam o evento, deixaram sua colaboração de cobrança à gestão pública sobre a falta de vontade de trabalhar em prol do turismo sergipano.

“Aqui tem hotéis maravilhosos em frente a uma praia linda de admirar”, disse Luiza ao citar o fraco investimento no setor turístico .

Enquanto isso a vida segue e os empresários da área sofrem.

Comentários

Carregar mais Artigos relacionados
Carregar mais por Redação 79
Carregar mais em Blog da Duda
Os comentários estão fechados.