Twitter decide acabar com anúncios políticos pagos

O Twitter banirá, a partir de 22 de novembro, todos os anúncios publicitários de teor político de sua plataforma, afirmou nesta 4ª feira (30.out.2019) o CEO da empresa, Jack Dorsey.

O executivo anunciou a medida em uma série de postagens na rede social, argumentando que políticos deveriam conquistar seu público, em vez de pagar por isso. Ele disse ainda que a possibilidade de políticos pagarem por alcance é algo ruim para a democracia.

Decidimos interromper toda a propaganda política no Twitter globalmente. Acreditamos que o alcance da mensagem política deve ser conquistado, não comprado“, escreveu Dorsey.

Embora a publicidade na internet seja incrivelmente poderosa e muito eficaz para anunciantes comerciais, ela pode trazer riscos significativos para a política, podendo ser usada para influenciar votos e afetar a vida de milhões de pessoas“, completou.

Segundo o executivo, é incoerente dizer que a empresa está se esforçando para impedir que a plataforma seja usada para espalhar informações falsas, mas, ao mesmo tempo, permitir que pessoas “digam o que quiserem” se estiverem pagando para forçar usuários a verem seus anúncios políticos.